6.1.07

A um euro cada curta-metragem

Há pouco dei quatro euros para ver o "Paris Je T´Aime". Antes de mais, importa sublinhar algo que a Sam já havia referido aqui, o facto de a sala 3 do Quarteto apresentar uma mancha branca a meio da tela que só por si devia representar uma descida de dois euros no preço do bilhete. Mas deixando esse facto de parte o que fiz há umas horas atrás foi pagar um euro por cada curta-metragem que se aproveitou. Os acordes de Rodrigo Leão em "Bastille", o Oscar Wilde que salvou o casal, o sorriso da Natalie Portman e a criatividade dos irmãos Cohen. Vá e ainda merecia uma gorjeta pelo Nick Nolte. Isto num total de dezoito. Ainda não decidi se compensou quatro imperiais a menos.

1 Comentários:

Às 4:22 da tarde , Blogger AS disse...

Ainda vais ao Quarteto??? És um lírico... :-)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial